Doce Sonho Alado

Minha foto

 

Joana D’arc entrevista a escritora Sheila Lima Wing que nasceu em 20 de Novembro de 1991 no Rio de Janeiro Mais precisamente na favela da Maré, onde mora até hoje. È católica apostólica romana praticante.

 

1- Como surgiu o desejo de lançar um livro?

Antes de tudo, gostaria de agradecer por este espaço especial cedido para mim! Sinto-me honrada por participar dessa entrevista! Nossa, desde bem pequena eu já tinha vontade de lançar meu próprio livro. Não sei quando foi o momento exato em que resolvi escrever minha própria história, mas calculo que foi quando comecei a ler a obra de Lygia  Bojunga Nunes. Desde então, fiz inúmeras tentativas de terminar um enredo que valesse a pena. Foi só quando adquiri certa “maturidade literária” que finalmente estruturei a história dos meus sonhos. Fico feliz que não tenha sido antes, aliás, por que não fazia a mínima ideia do que estava fazendo… (risos).

2- Como você configurou os personagens do livro?

Basicamente, cada personagem tem um pouco de mim e/ou de pessoas que já conheci. Uns dois ou três surgiram de conversas que tive com minha irmã (que, por acaso, são frequentes e extensas… (Risos). Gosto de fazer personagens com características marcantes, do tipo que não é difícil associar o nome à pessoa. Só nesse primeiro livro, criei 64 (contando com os animais e um personagem misterioso).

3- Como surgiu a escolha do nome do livro?

Nossa, levou um tempo para escolher! A princípio, queria dar-lhe o mesmo nome que meu blog tinha na época em que comecei a escrever, que era “Doce Sonho de Menina”. Logo vi que um nome assim afastaria ainda mais o público masculino, então passei um tempão tentando achar um nome que não ficasse extremamente feminino. Pouco depois, escolhi o nome atual, só que ainda queria manter o nome do blog no título, então mudei para “DSM – Doce Sonho Alado”. Logo me apaixonei tanto pelo nome “Doce Sonho Alado” que resolvi deixá-lo sozinho. A princípio iria criar um segundo blog para servir como um espaço reservado para o livro, mas pensei: “Ei, eu não vou conseguir arrumar tempo para postar em dois blogs!” Por isso, arrisquei-me e mudei o nome do meu blog também.

 

 

Capa Doce Sonho Alado
4- Fale um pouco do livro “Doce Sonho Alado”

O “Doce Sonho Alado” é o primeiro livro de uma saga de seis (que depois continua em outros quatro, que continuam a história, mas não a série). Ele não conta apenas a história de Evangeline Ayler (a protagonista),também vai apresentando uma série de mistérios que se passam na cidade fictícia de Coronel Boaventura e, principalmente, que envolvem a estranha família Wing. Também fala sobre assuntos importantes e sobre sonhos que podem, ou não, se realizar no futuro. A trama acontece de forma mais intensa no semi-internato A. W. Sigma, onde a Evie estuda. Lá ela precisa lidar com dificuldades comuns da pré-adolescência, além de ter de se adaptar a um mundo de elite com o qual ela não tivera nenhum contato até então (ela mora numa favela e só estudara em escolas públicas). Contudo, o problema maior da garota é descobrir quais são as verdadeiras intenções do diretor Último Wing, seu tio de consideração, que possui uma misteriosa rixa com Aurora, mãe da garota. Enquanto tenta investigar a vida dele, ela esbarra em novos enigmas e passa por inúmeras confusões. Digamos que DSA é uma mistura de mistério, aventura, humor e uma dose de fantasia que vai crescendo gradualmente (não é muito acentuada neste primeiro volume, só vai ganhando forma a partir do seguinte).

5- Qual seu gênero literário favorito?

Quando se trata de livros, tenho a mente bastante aberta, leio qualquer coisa que seja interessante e bem escrita. Minha paixão principal são os livros infanto juvenis fantásticos, principalmente as sagas. Em resumo: quanto mais surreal a trama for, mais vai prender minha atenção… (Risos).

6- Quantos livros tem publicados? Quais?

Por enquanto, só tenho “um e meio”… (Risos). Tenho o “Doce Sonho Alado”, que é meu livro solo; e também uma participação na antologia romântica “Amores Impossíveis”, das Editoras Aped e Alcantis, resultado do “Concurso Literário Escritor Contemporâneo”, também conhecido apenas por “CLEC”.

7- Onde podemos adquiri-los?

Ambos são comprados apenas pela internet. O “Doce Sonho Alado” pode ser comprado no “Clube de Autores”, através do link:  https://clubedeautores.com.br/book/158096–Doce_Sonho_Alado#.UwiNXeNdUhE
O “Amores Impossíveis” pode ser encontrado na loja virtual da Aped, no seguinte link:   http://www.apededitora.com.br/livraria-virtual/#Romance

8- De todos os livros que já escreveu, existe algum que você guarda um carinho especial? Por quê?

Os meus outros livros ainda estão em construção, mas nenhum outro será tão especial quanto o “Doce Sonho Alado”, tanto por causa da minha luta para escrevê-lo quanto pela temática em si. Posso dizer, deixando a modéstia um pouco de lado, que nenhuma ideia que tive é tão genial quanto a que preparei para essa trama. Digamos que muitas surpresas virão ainda!

9- Você tem algum vicio ou ritual que realiza antes de começar a escrever?

Na verdade, não tenho uma “hora marcada” para começar a escrever, geralmente vou direto para os meus arquivos do “Word Pad” e do “Word” e apenas escrevo. Só isso. Quando não estou no computador, anoto tudo no meu caderno para passar para os arquivos no dia seguinte. Embora não seja exatamente um “ritual”, muitas das minhas ideias vêm quando estou tomando banho ou pouco antes de dormir (o que geralmente me atrapalha um pouco, e acabo dormindo mais tarde do que deveria).

10- Tem algum livro para ser publicado este ano?

O segundo livro da série DSA já está pronto, só estou revisando e esperando que o primeiro livro tenha leitores suficientes. Tenho a meta de conseguir publicá-lo no meio do ano, mas tudo vai depender de quantos exemplares forem vendidos até lá. Talvez também prepare um livro de contos, para publicar os contos que escrevi para concursos, mas não foram escolhidos. Todos serão inéditos, nenhum dos que foram publicados no blog DSA estará nele (para quem quiser ler os contos publicados no meu blog, é só acessar:  http://www.docesonhoalado.com/search/label/textos).

11- Qual sua relação com os leitores?

Por enquanto ainda tenho bem poucos, mas os considero grandes amigos virtuais. Criei um grupo no Facebook para que todos possam compartilhar sua opinião e interagir uns com os outros (o link do grupo é esse:

https://www.facebook.com/groups/docesonhoalado/). Por enquanto sei quem são todos os que compraram o meu livro (como você sabe, pelo “Clube de Autores” dá para saber onde e quando compraram nossa obra, mas não quem comprou), e pretendo manter uma relação próxima com todos os leitores que vierem no futuro.

12- O que a leitura pode agregar na vida de uma pessoa? Por quê?

Engraçado, em outro dia estava lendo um artigo da “Superinteressante” que falava sobre uma pesquisa científica que fizeram que comprovou que romances definitivamente mudam a estrutura do cérebro, não apenas ampliando o vocabulário e os conhecimentos, mas também fazendo parecer que a pessoa realmente viveu as coisas sobre as quais leu. Disseram que, por exemplo, se a pessoa ler sobre uma grande corrida, o cérebro age como se realmente tivesse corrido uma maratona. Incrível, não acha?

Além disso, creio que o trabalho de um escritor vai muito além de causar divertimento às pessoas. De certa forma, um livro é também “legado” para o futuro; nele há ideias que podem mudar a vida de alguém e, principalmente, suscitar as mais belas e variadas formas de sonhos. Um trabalho árduo mas extremamente prazeroso.

13- Você tem um blog. Fale um pouco dele para nós.

O blog “Doce Sonho Alado” surgiu há quase três anos atrás. Minha intenção sempre foi a de conquistar o futuro público do meu livro, mas a temática do blog mudou muito desde o começo. Primeiro ele se chamava “My Purple Dreams”, e era um espaço onde eu divulgaria os meus desenhos e meu trabalho de encomendas de desenhos digitais. Com o tempo, passei a compartilhar também dicas e tutoriais para blog, posts religiosos, tutoriais de desenho; e o nome dele mudou para “Doce Sonho de Menina”, um blog de variedades. O formato atual também inclui músicas, entrevistas, opiniões sobre livros, dicas de Língua Portuguesa, curiosidades e também

notícias do meu livro, um pouco de minha experiência como escritora e até textos curtos de minha autoria. Quando mudei o nome do blog para “Doce Sonho Alado” (mesmo nome do meu livro), algumas pessoas me perguntaram por que fiz isso. A verdade é que o meu blog foi meu primeiro “sonho alado” que foi realizado, seria injusto não chamá-lo assim.

14- Como definiria a sua pessoa com apenas uma frase?

Uma frase só? Nossa, eu sou péssima para me definir, principalmente em poucas palavras! Vou montar uma frase meio louca, espero que sirva: Sou uma verdadeira contradição perdida em algum lugar entre Hogwarts, Gallifrey, Tatooine, Nárnia e a Terra Média… (risos).

15- O que você acha do incentivo da arte e cultura no Brasil? Por quê?

É um incentivo muito, muito precário. Infelizmente, os pais preferem comprar para os seus filhos bolas de futebol, roupas de marca, brinquedos caríssimos, e não se lembram de presenteá-los com um livro, nem ao menos com um gibi que seja. As pessoas ainda acham que o ensino de Artes nas escolas é algo praticamente inútil, e já ouvi exemplos de mais de uma professora que não faz rodas de leitura e acha que dar aos alunos a oportunidade de um tempo para fazer um desenho livre, ou uma pintura, é mera perda de tempo. Nosso país ainda dá atenção demais para o futebol. A mídia ainda prefere passar programas ocos e fúteis. O problema não está
apenas no Governo, que não investe na Educação e na Cultura; mas também na própria negligência do povo. Enquanto isso, nosso trabalho é bem mais árduo, mas creio que através da difusão das obras dos novos escritores brasileiros esse quadro possa mudar um pouco. Sempre há esperança!

16- Se pudesse passar um dia com um(a) autor(a) especial, qual seria? Por quê?

Só vou dizer uma coisa: tenho o sonho secreto de um dia poder entregar o meu livro para a J. K. Rowling. Depois que ela lesse, eu perguntaria qual foi o seu personagem favorito… Dependendo da resposta, depois eu o mataria da forma mais sanguinária possível! (risos) Como eu sou má, não?

17- Sobre qual tema escreveria um outro livro?
Além da saga DSA, já tenho mais duas saga e quatro livros separados em fase de aquisição de ideias; todos com temas diferentes. Não gosto de revelar minhas ideias antes de ter o livro pronto, principalmente por que detestaria ver outra pessoa publicando um livro com a ideia que eu tive. Só posso dizer que todos tem sua dose de fantasia.

18- Deixe uma mensagem para os leitores.

Como já disse, por enquanto ainda tenho poucos leitores, mas vou deixar aqui uma mensagem para eles e para os que certamente virão: não desistam da minha saga. Prometo que no final tudo fará sentido, e muitos dos mistérios serão revelados antes do que vocês imaginam. Prometo que o desfecho será surpreendente. Prometo que nunca terá partes melosas, e que nenhum dos volumes os deixará com tédio. E, principalmente, espero que todos entendam que minha mensagem principal é que nenhum sonho deve ser abandonado completamente. Lutem pelos seus “sonhos alados”. Pode ser que demore demais para realizá-los, pode ser que o caminho seja mais difícil do que vocês pensaram; mas logo verão que, ao segui-lo, chegaram a um lugar onde jamais sonharam estar.

19- Você está a trabalhar num novo livro?

Em um não: em dezoito (acabei de contar)! (risos)… Já estou revisando o segundo livro da saga DSA, escrevendo o terceiro; e, como disse, tenho o projeto de escrever mais duas sagas e quatro livros individuais. Muita coisa boa ainda virá pela frente! E olha que ainda posso ter mais ideias em breve, meu cérebro é um tanto desobediente: vive me dando ideias quando eu não quero… (risos).

Mais uma vez, agradeço pela oportunidade. Quando a entrevista estiver publicada, mande-me o link que eu divulgarei em toda parte!

 

                                                                                                     Link da Autora:

https://www.facebook.com/SheilaLimaWing?fref=ts

https://www.facebook.com/DoceSonhoAlado

Share This Post

3 Comments - Write a Comment

  1. Muito obrigada mesmo pelo espacinho reservado para mim, fico muito feliz com essa oportunidade!

    Beijinhos Alados ?

    Reply
  2. · Edit

    Gostei muito da entrevista. Estou cada dia mais admirada de tamanha inteligência e talento desta jovem escritora chama Sheila Lima Wing. O seu livro “Doce Sonho Alado” foi muito bem escrito, com perfeita criação da personalidade de seus personagens e riqueza de detalhes que leva a nós leitores a uma visualização clara do cenário onde se passa cena ou cada situação.
    Parabéns escritora Sheila pela obra. Muito sucesso!

    Reply
  3. Muito obrigada Sheila Lima Wing, adorei conhecer o seu trabalho :)
    Sucesso pra ti ;)

    Reply

Post Comment