Arte Elizabeth de Souza Literatura Poesia

Ricola de Paula – O Poeta Multifacetado

Mesmo resfriado nos recebeu com muito carinho. Um café quentinho com um queijo das bandas de Minas Gerais sobre o fogão.

Joseense de nascimento, sempre participou ativamente do cenário poético-literário de São José dos Campos. Desde os anos 80, ainda no canto da cultura e rádio aguapé, onde sempre declamou seus poemas com muita intensidade.

Hoje, ele vive no Souza, onde além de escrever seus belos e fortes poemas, também é apicultor. Afinal colher mel é uma arte e uma ciência, que se junta com a filosofia de vida do Ricola, misturada com um lado oculto, envolto num laboratório alquímico.

O Souza é um bairro da cidade de Monteiro Lobato. Um lugar paradisíaco e convidativo que não temos vontade de voltar pra casa. Fica na belíssima Serra da Mantiqueira, infestado de cachoeiras e pode-se ouvir o som dos pássaros cantando e sentir o cheiro do mato no ar e do café que sai das casas dos moradores, espalhando-se pelas nossas narinas.

A casa do Ricola fica no meio das árvores, arbustos e flores. Ao fundo, o rio com o som mântrico das águas do rio que desce da Serra. A casa é aconchegante, bela, com fogão de lenha e violão.

A arte do Ricola junto à tecnologia…Sobre a mesa um tablet onde ele posta poemas para o mundo.

Seus poemas transbordam conhecimentos variados, sentimentos profundos, emoções fortes, de forma prazerosa, onde ele brinca com as palavras, seus sons e grafia de forma magistral.

Uma escrita cativante que nos carrega para uma realidade multifacetada, contextualizando o mundo que nos cerca, da forma mais fiel possível. A realidade da ordem e do caos contemporâneo, que se divide em concreta e virtual. Uma realidade apalpada com mãos e teclado.

Um frio cortante das montanhas nos toma de surpresa e a tremular saímos da casa do nosso querido poeta Ricola de Paula, tarde da noite… nem percebemos o tempo juntos, passou tão rápido.

Ricola de Paula escreve no Portal Entrementes e praticamente produziu um livro com os poemas que posta na sua coluna.

Elizabeth de Souza.

E no vídeo abaixo Ricola fala da sua arte:

Coluna do Ricola de Paula no Entrementes: Clique Aqui

Bulas de transição

Válvula
Transistor
Sistema integrado
Chip
Estamos chipados.
Observando -nos
O que tudo vê.
O todo.
A patrulha de choque.

Possível ((((((((((((((((

Num dado
momento
do lance.

O calor do porto
A Cuba Libre

deixa
Tira
põe
rapa.

Raspa
o couro
verde
cabe
Ludo
da Boiuna.

Tem mais coisa
No Sambaqui.
Fobia
Lobby
Alcântara
Lobotomia

O lobo
ainda
abUSA.
A matilha
não corria
solta.

Não se agrupava.
Desde a ditadura.
Despenco do real
O dólar lux alucina.

Saídas ((((((((((((((((

Arregaçar as mangas
Pisotear os bagaços dos laranjas
Pingar limão no zóio da carestia
Estaca zero, lancinante, penetra
Úmida e fria
no peito de muitos.
Eu que num vô fala camaradas.

Dirigida agora
pela mesma
corja de velhos abutres.

A carruagem Brasília
Virou abóbora
que barbaridade tche!
Brizola revirando na cova.

O choro (((((((((((((

Deveria ser obrigatório nas rádios
Villa lobos e outros clássicos.
Ernesto Nazaré, Chiquinha Gonzaga
Carlos Gomes, Jacó do Bandolim.

Lembrei daquele Sambinha assim
…quando morrer não quero
choro nem vela, quero uma fita
amarela, gravada
com o nome dela…

Mais a fundo ainda.
meu mote é Eliz
…que ladeira é essa?
Essa é a ladeira da preguiça..

Piada que não me faz rir (((((((((((((

Abordei um cidadão e perguntei
sobre a continuidade do plano de governo.
Ele respondeu: _Não vi não, não passo
em canal nenhum na tv de casa
oh! que eu tenho assinada temer
Digo tamen.  

Ricola de Paula

 

 

 

 

 

 

 

Obras de Ricola de Paula:

Antologia da Poética de São José dos Campos (1981, 1985, 1987,1988).

– Poesia:

“Sirva-se da minha seiva/Poesia não gera violência (1983);

“Ria de  Arte” (1984);

“Falha Magnética” (2002);

“Agenda Curumim” (Editora Tribo / 2003).

– Literatura Infanto Juvenil:

“Quem fala é que é” (2004).

– Zine:

“Ouriço” (2006)

-Livro da tribo (2010)

– Poesia Coletânea:

“Carlos Drummond de Andrade” Sesc Brasília DF (2010);

“Asasvespas” (2011).

Foto: Juliane Prado

O apiário Capela situado no bairro do Souza, em Monteiro Lobato…
Mantém a qualidade nestes 20 anos de existência.

Entregas na sua porta

Mel Silvestre –

Pote 840 grs. ………..26,00 reais

Pote 450grs. ………… 20,00reais

Própolis 30 ml. …………15,00 reais

Pólen pote 120grs………..26,00reais

Entregas em qualquer ponto de São José dos Campos,
E Caçapava e SFXavier.
Deixar contato inbox:

https://www.facebook.com/ricola.depaula

Post Comment