Ciência Educação Joka Faria Meio Ambiente

Chaminé da Revap volta a poluir o céu de São José

Foto: Thiago Leon

É estranho o silencio da classe política em relação a refinaria Henrique Lage. E também uma falta
de posicionamento da comunidade em relação ao fim da secretaria de meio ambiente de São José dos Campos.
Esta chaminé constantemente solta sua fumaça. E ai vereadores e prefeito Felício Ramuth?
Quando que a população joseense vai se organizar para protestar contra a poluição da Petrobras?
Quem gosta de arte e cultura já foram a rua e juntaram 200 pessoas. E nós cidadãos que queremos respirar um ar limpo? Não conviver com a poluição dos ares e das águas dos afluentes do Rio Paraíba do Sul.
Que progresso é este em que a questão ambiental nunca é prioridade para um povo?
Este silencio é alienação e covardia das lideranças políticas da cidade, de militantes políticos, ativistas, sindicalistas, vereadores e chefes do executivo de qualquer partido que esteja no poder.
A secretaria de saúde de SJC Já fez um levantamento das doenças respiratórias da cidade? A Cetesb multa em R$ 1 milhão de reais e este dinheiro é reinvestido na saúde da população?
Vivemos em um país que cidadãos não sabem o que é cidadania. Não sabem se manifestar pelos direitos da comunidade.
E esta notícia (Jornal O Vale) continuará a passar sempre em cinza cor do céu joseense que não é nada poético.
Uma cidade hoje sem ambientalistas. Sem um povo ousado, estamos adormecidos num berço esplêndido.
A cidade convive com um barril de pólvora, a refinaria, que rende muito aos cofres do município. E todos os partidos se calam – da oposição a situação.
Quem sabe uma hora destaa a população sai da letargia e aprende a reinvindicar os seus direitos.
Por enquanto o inacreditável silencio de zumbis!

Joka

João Carlos Faria

Post Comment