Arte Elizabeth de Souza Literatura Poesia

Sincronia – Poesia

 

Quem somos nós
Que viajamos um dentro do outro
Em busca de si mesmo?
Tu passas sobre pontes reais
Alucinado com visões de cisnes, pássaros
E leões surreais
Extasiado com olhares felinos
Estendidos entre o negro e o amarelo.
E eu, vagando bem devagar
Sobre teus sentidos
Disperso minhas células ao vento
Cristalizando-as ao teu mundo molecular
Numa curva da paisagem
Eu ins-piro
Tu ins-piras
Inspirações viram melodia
Alimentando nossa fome
Inspirações em sintonia
Espalhando-se em sinfonias aleatórias
Respiramos o mesmo ar com cheiro de alecrim
Na mesma intensidade
Na mesma quantidade
E na mesma velocidade da luz
Enxergamos a mesma distância milenar
Deslizando no espaço e no tempo…
Que horizonte tão belo é esse?

Elizabeth de Souza

Esse poema pode ser ouvido na página do Poeta Ramoore

Post Comment