Ar…se…nal de poemas Ar…pão Granadas Ar…se…nal olhos verdes mareados palmeiras vento fresco romance rendado. O começo da praia com os…

        O bom de sair de casa é que a gente, quando menos espera, colhe poesia: –…

Os dias pontuam seletivamente, contorcendo os dissabores ao avesso; transmutando ao verso o reverso dos nebulosos momentos. O sopro fúnebre…

Tá certo que bebi umas caipirinhas e que fui tirar uma soneca, é verdade que já era noite formada, que…