MÃOS  VAZIAS   Minhas mãos vazias, Trêmulas, famintas, Tentam inutilmente  Alcançar as suas, Na busca Vã e sofrida Desse amor…

Com a sequidão dos vasos e gentilezas e o ressurgimento das nuvens entorpecidas não restou uma lágrima, uma se quer…

AS ESTAÇÕES DO HOMEM Na primavera, tão jovem, Floresço em cores e sons. Saboreio amores, paixões, Mergulho, tresloucado, em ilusões.…

Por Germano Xavier – Amiguinho meu, tu me ensinas a voar um vôo nunca existido? – Não, eu não posso.…

Você pode levar um cavalo na beira do rio. Mas não pode forçá-lo a beber água. Vox Populi Dois reais…